Se o preto aquece mais que o branco, por que os africanos são negros?

  • May 21, 2022
Se o preto aquece mais que o branco, por que os africanos são negros?

Todo leigo sabe perfeitamente que no verão você precisa andar de branco. Porque as coisas de tons claros são muito mais fracas tomando sol. Vestindo roupas pretas no calor do verão não é a melhor ideia. Mas surge a pergunta: se o preto absorve tão bem os raios do sol, então por que a evolução fez com que os indígenas da África não fossem brancos, como os albinos, mas negros como a noite? Vamos tentar descobrir.

Então, é tudo sobre a produção de melanina. |Foto: yobte.ru.
Então, é tudo sobre a produção de melanina. |Foto: yobte.ru.
Então, é tudo sobre a produção de melanina. |Foto: yobte.ru.

Assim, quanto mais escuro o espectro de cores, pior reflete e melhor absorve os raios do sol. É por esta razão que os objetos escuros aquecem muito e os claros muito menos. No entanto, as coisas não são tão simples com os humanos. Não importa o quanto amamos os raios do sol, a luz de uma estrela distante é perigosa para uma pessoa. O principal inimigo da saúde neste assunto é a radiação ultravioleta, que tem um efeito extremamente negativo nos seres humanos. A curto prazo, a exposição prolongada aos raios UV na pele cria queimaduras e rugas. A longo prazo, altera a estrutura do DNA das células do tegumento humano e leva ao desenvolvimento de câncer.

instagram viewer

Os africanos viveram tanto tempo sob a forte luz ultravioleta que o aumento da produção de melanina nas células da pele se tornou a norma. |Foto: funik.ru.
Os africanos viveram tanto tempo sob a forte luz ultravioleta que o aumento da produção de melanina nas células da pele se tornou a norma. |Foto: funik.ru.

A evolução dotou o homem de muitas ferramentas de proteção que lhe permitem adaptar-se a um ambiente agressivo. Por exemplo, as células da pele produzem uma substância chamada melanina. Quanto mais forte e mais longa a exposição ultravioleta da pele humana, mais melanina é produzida em suas células. A melanina, por sua vez, aumenta o nível de absorção e o grau de neutralização da radiação ultravioleta. Então, quando uma garota volta da praia lindamente bronzeada, saiba que nesse momento seu corpo está gritando: “O que você está fazendo?! Ultravioleta é perigoso! Envie-nos urgentemente mais 15 caminhões com melanina!!!” Em outras palavras, o escurecimento da pele é a resposta do organismo aos efeitos da radiação ultravioleta. E sim, como você deve ter adivinhado, é a melanina que torna a pele escura.

>>>>Idéias para a vida | NOVATE.RU<<<<

A pele escura é um dos mecanismos de defesa do organismo. |Foto: diligência.com.
A pele escura é um dos mecanismos de defesa do organismo. |Foto: diligência.com.

O que tudo isso tem a ver com os habitantes indígenas da África? O mais imediato. O fato é que em representantes da raça negróide e numerosos mulatos, a estrutura genética difere dos representantes da raça caucasiana justamente na questão da produção de melanina nas células da pele. Os indígenas africanos viveram por tanto tempo em condições de exposição agressiva à luz solar que por muitos milênios O aumento da produção de melanina nas células da pele passou de uma resposta situacional do corpo para sua condição normal. doença. Sem essa solução evolucionária, nossos ancestrais comuns distantes que viviam na África provavelmente simplesmente morreram. Ao mesmo tempo, o processo evolutivo acabou sendo reversível. Quando os povos antigos migraram da África para outras partes do planeta com menos exposição aos raios UV, sua pele perdeu gradualmente sua tonalidade escura, pois a produção normal de melamina nas células de geração em geração diminuiu.

Por que estradas de concreto não foram construídas na União Soviética, embora houvesse muito concreto
Novate: ideias para a vida 16 de maio
Por que o diesel se tornou mais caro que a gasolina, porque costumava ser o contrário
Novate: ideias para a vida 15 de maio
Existe uma probabilidade diferente de zero de que todas as pessoas já tenham sido negras. |Foto: sightsavers.org.
Existe uma probabilidade diferente de zero de que todas as pessoas já tenham sido negras. |Foto: sightsavers.org.

Por que, então, os americanos negros modernos não “ficam brancos”? Em primeiro lugar, eles estão gradualmente “embranquecendo”, mesmo porque o processo de mistura de pessoas com diferentes conjuntos de genes está acontecendo na sociedade. Felizmente, o apartheid nos Estados Unidos foi mais ou menos capaz de vencer na década de 1960. E agora, casar “negro” com “branco” e “branco” com “negro” não é considerado algo condenável na sociedade. No entanto, agora há algum viés irônico sombrio nas relações públicas na direção oposta. Em segundo lugar, para uma transformação evolutiva tão radical como uma mudança completa na cor da pele, nem mesmo séculos são necessários. Os milhares de anos necessários, senão dezenas de milhares de anos, bem como centenas e milhares de gerações de pessoas.

Se você quer saber coisas ainda mais interessantes, então você deve ler sobre
"cavaleiros de pele escura": quem são eles e de onde vieram na Abkhazia.
Fonte:
https://novate.ru/blogs/080322/62360/